Pernas saudáveis durante a viagem: como evitar a "síndrome da classe econômica"

Qualquer pessoa que viaje longas distâncias sentada corre o risco de sofrer complicações nas pernas. Usar meias ou meias-calças de compressão pode ajudar a evitar esses problemas e aumentará muito seu conforto ao longo do caminho.

Man with suitcase sitting on a bench

Ter uma boa viagem!

Trombose do viajante

Identifique os sintomas

Faça sua viagem com as pernas leves

Se você viaja de avião, trem ou carro, uma das desvantagens da viagem é que ela exige que você fique sentado por longos períodos, com a mobilidade das pernas restrita.

Essa mobilidade restrita das pernas pode causar sintomas nas pernas, como pernas pesadas e cansadas e/ou pés, tornozelos e pernas inchados. Na pior das hipóteses, pode causar algo chamado de "trombose do viajante", uma condição séria na qual um coágulo se forma em uma veia profunda da perna.

Leia mais sobre possíveis problemas durante viagens e como os produtos de compressão podem ajudar a mantê-lo seguro e confortável durante a sua próxima viagem.

O que é "trombose do viajante" ou "síndrome da classe econômica"?

Quando sentamos por longos períodos, o risco de trombose aumenta. Essa condição grave também é conhecida como "trombose do viajante" ou "síndrome da classe econômica" e refere-se à formação de coágulos nas veias profundas da perna causada por sentar por um período prolongado com as pernas dobradas e com a mobilidade das pernas restrita durante viagens de avião, ônibus, trem ou carro.

Em condições normais, os músculos das pernas servem como um sistema de bomba que suporta o retorno venoso dos pés ao coração. Se o movimento das pernas for limitado, a atividade das bombas musculares delas é restrita e o sangue começa a estagnar nas veias das pernas. Isso aumenta o risco do desenvolvimento de um evento trombótico. Esse risco aumenta ainda mais devido ao fato de sentar por muito tempo, causando a compressão das veias das pernas.

A TVP pode acontecer com qualquer pessoa durante uma viagem, mas certos fatores de risco, como idade avançada, insuficiência cardíaca, obesidade, gestação, ingestão de produtos hormonais para contracepção ou menopausa, cirurgias recentes e veias varicosas grandes, aumentam ainda mais o risco de TVP.

A coisa mais desagradável sobre a trombose do viajante é que os sintomas geralmente ocorrem apenas alguns dias ou mesmo semanas após a sua viagem.

A trombose do viajante é uma condição séria que requer atenção médica imediata. Nos piores casos, os coágulos se desprendem e migram para os pulmões, resultando em embolia pulmonar (EP), um evento potencialmente fatal.

Os produtos de compressão podem ajudar a prevenir sintomas nas pernas, como pernas cansadas, pesadas e inchadas, e a trombose do viajante.

O risco de desenvolver trombose venosa profunda (TVP) quadriplica quando a viagem se estende por quatro horas ou mais e exige que você permaneça sentado.

Identifique os sintomas: poderia ser trombose do viajante?

Os seguintes sintomas são sinais de alerta para a trombose do viajante. No entanto, os sintomas variam e nem todos precisam ocorrer ao mesmo tempo.

  • Pernas e panturrilhas doloridas e inchadas
  • Vermelhidão e descoloração da pele
  • Temperatura elevada no local

Um trombo em uma veia superficial geralmente ocorre na presença de inflamação. Os sintomas também podem aparecer algum tempo depois de você completar sua viagem. Se você suspeitar de uma trombose, consulte um médico imediatamente.

Peça ao seu médico informações sobre a prevenção de TVP e outros problemas venosos que podem ocorrer durante uma viagem.

Quais são os benefícios do uso de produtos de compressão para viagens?

Uma maneira simples e confortável para ajudar a aliviar os sintomas de pernas pesadas, doloridas e inchadas durante e após a viagem é usar as meias de compressão graduada.

Além disso, recomenda-se o uso de produtos de compressão para reduzir o risco de desenvolver condições mais graves, como flebite, TVP ou embolia pulmonar durante viagens de longa distância, aumentando a circulação sanguínea e melhorando o retorno venoso.

Comprovou-se que as meias de compressão evitam sintomas nas pernas relacionados a viagens de forma confiável.

Depois de descobrir os benefícios e o conforto das meias de compressão durante viagens, você pode decidir continuar usando-as em sua rotina.

6 dicas para ter pernas saudáveis em viagens de longa distância

  • Use roupas confortáveis e folgadas.
  • Movimente seus pés e tornozelos a cada 30 minutos (10 flexões e 10 círculos).
  • Beba muito líquido para evitar a desidratação; evite o consumo de álcool.
  • Faça uma caminhada curta pelo menos a cada duas horas, seja no avião, no trem ou em um posto de gasolina.
  • Não cruze as pernas, pois isso reduz o fluxo sanguíneo.
  • Use meias ou meias-calças de compressão para evitar o surgimento de sintomas e inchaço.

Leitura adicional